Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Em Português


Poema Bar, de Alexandre Borges e João Vasco na Casa dos Bicos

Martes, 11.12.12

Um piano, uma voz. Fernando Pessoa e Vinicius de Moraes

Fechando o ano de actividades na Fundação, e em comemoração dos 90 Anos de José Saramago, a Casa dos Bicos recebe, nos dias 18 e 19 de dezembro, o ator Alexandre Borges e o pianista João Vasco para dois recitais de poemas de Fernando Pessoa e Vinicius de Moraes.

As entradas são pagas, com um custo de 6,00 € por pessoa, e o valor resultante da bilheteira reverte na totalidade para a Associação Tempo de Mudar: www.atm.org.pt.
Os bilhetes podem ser comprados na Casa dos Bicos, de 2.ª a 6.ª feira, das 10 às 17h30 horas, e aos sábados, das 10 às 13h30.

Aqui deixamos uma apresentação do espetáculo:

Sob a égide de Vinicius de Moraes e Fernando Pessoa, “Poema Bar” celebra a poesia e a música de Portugal e Brasil. Ao som de canções e harmonias brasileiras e portuguesas, algumas das mais belas palavras destes poetas serão ditas e cantadas pelas vozes do actor Alexandre Borges, acompanhadas pelo piano de João Vasco. “Poema Bar” foi apresentado em Lisboa, Coimbra, Colónia, Berlim, Rio de Janeiro, Natal, Araçariguama e Estado de São Paulo, tendo o sucesso destas apresentações já garantido o regresso do espectáculo a outras cidades destes países. No horizonte estão também novas actuações junto de outras comunidades lusófonas. "Poema Bar” abraça a cultura, vivências e afectos destes povos irmãos, provando que, afinal, o mar nos une mais do que nos separa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago

14 Anos!

Viernes, 07.12.12

Hoje, 10 de dezembro de 2012, comemoramos os 14 Anos da atribuição do Prémio Nobel de Literatura a José Saramago. A Casa dos Bicos está aberta ao público para recebermos todos os que connosco quiserem celebrar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago

Museu de Charles Dickens reabre as portas remodelado em Londres

Viernes, 07.12.12

O sóbrio casarão de quatro andares e fachada de pedras na Doughty Street, em Londres, onde o escritor Charles Dickens viveu reabriu suas portas. A reforma de 3 milhões de libras esterlinas (cerca de R$ 10,2 milhões) mudou a cara do Charles Dickens Museu, que passou anos à beira do abandono do grande público, sendo procurado apenas por estudiosos da obra do escritor. Uma silhueta do escritor, logo na entrada, é o exemplo da missão adotada pela nova administração do museu, trazer Dickens “de volta a vida”. Ele viveu naquele local entre 1837 e 1839, tempo curto, mas suficiente para que ele escrevesse ali obras clássicas como “Nicholas Nickleby” e “Oliver Twist” e visse nascer seus dois primeiros filhos.

O “novo” museu agora tem audioguias, um centro de informações e um café, além de elevador e maior acessibilidade a pessoas com deficiência. O espaço abrirá suas portas também a exibições temporárias, como a do figurino do filme “Grandes esperanças”, adaptação do livro homônimo de Dickens e estrelado por Helena Bonham Carter e Ralph Fiennes.

Num dos cômodos no andar superior, visitantes podem escutar gravações de trechos de histórias escritas por Dickens gravadas pelo ator Simon Cllow e conhecer aspectos familiares poucos conhecidos mas que influenciaram algumas de suas futuras obras, como a morte trágica de sua cunhada Mary aos 17 anos. A sala de jantar azul, o quarto do casal, o antigo escritório, todos os cômodos foram reformados, mas sem manter a decoração da época, ajudando a recriar a história do jovem Dickens e da própria Londres de meados do século XIX, tão presente em sua obra.

O Charles Dickens Museum fica na 48 Doughty Street, em Londres. Os ingressos custarão 8 libras para adultos (crianças entre 6 e 16 anos pagam meia e maiores de 65 anos pagam 6 libras). A programação pode ser vista no site dickensmuseum.com.

Fonte: O Globo

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago

Oscar Niemeyer

Jueves, 06.12.12

Morreu Oscar Niemeyer, o último grande
arquitecto do século XX
(Público)

Oscar Niemeyer, morto aos 104 anos,
será velado em Brasília
(Estado de São Paulo)

Em reacção à morte de Oscar Niemeyer, Pilar del Río escreveu no Twitter:
Oscar Niemeyer era una de las personalidades más deslumbrantes que he conocido: inteligente, brillante, amoroso. Era bajo y parecia um gigante.

*

A primeira vez que fui a Brasília fiquei no Hotel Nacional. Desde há muito tempo convencido de que as cidades se conhecem com as solas dos sapatos, mal acabei de desfazer a mala e arrumar as roupas desci para o meu primeiro passeio. Não dei mais que três passos. Não havia por ali uma só pessoa à vista. Passavam automóveis numa torrente contínua, mas ninguém andando por seu pé. Mais tarde vim a perceber que um habitante de Brasília é diferente de um ser humano comum: em lugar de cabeça, tronco e membros tem cabeça, tronco e rodas. Sendo eu um homem antigo, sem carro nem carta de condução, pode-se imaginar com que cara me deixou a decepção que acabava de sofrer. Vencido, humilhado, voltei ao quarto e esperei que os amigos que me tinham convidado dessem sinal de si e viessem salvar-me da ilha deserta em que me encontrava, sem comunicação directa com o resto do mundo. Cheguei mesmo a pensar que a minha sonhada viagem tinha começado mal. Quando por fim me achei no habitáculo de um cómodo automóvel e dali fui vendo o que me rodeava compreendi que estava não só noutra cidade, mas noutro mundo. E não tardei a dar-me conta de que Brasília era, afinal, um híbrido com um pé no passado e um pé no futuro. Em certos lugares havia lojas com porta para a rua, pessoas que entravam e saíam, cafés, restaurantes, o de sempre, mas quando o português recém-chegado alongava os olhos via na sua frente edifícios de formas estranhas que pareciam haver sido transportados doutro planeta. Sabia que essas arquitecturas surpreendentes eram obra de Oscar Niemeyer, havia visto fotografias delas, mas faltava-me ainda o tal conhecimento que só as solas dos sapatos podem dar. Comecei então o meu itinerário de admiração, de entusiasmo, essa aventura entre a grandeza e a beleza que define o génio de Niemeyer, essa modelação incomparável dos materiais, esse uso da curvas como uma repetição em escala própria da curvatura do universo. Mais tarde, graças à amizade do então governador de Brasília, Cristóvam Buarque, sobrevoei a cidade de helicóptero e pude aperceber-me melhor do plano que Lúcio Costa havia concebido para ela, esse avião pousado na imensidão do sertão, mas Brasília iria continuar a ser, para mim, e até hoje, o sonho de Oscar Niemeyer materializado, feito realidade palpável, sensível e, a palabra não é exagerada, transcendente.

José Saramago

*

El gabinete de Oscar Niemeyer no tiene ventanas. La comunicación con el exterior se hace a través de una puerta abierta con el estudio donde trabajan colegas (discípulos, dirían ellos) y de un diseño, pura línea, que se ve en la pared de la izquierda de su puesto de trabajo, y que tanto puede ser la silueta de una cordillera como las líneas redondas de unos cuerpos de mujer. Desnudos, porque la tierra nació desnuda y así se mantiene, ya que generaciones y generaciones de hombre no hemos sabido abrigarla y protegerla.

Oscar Niemeyer pertenece a la estirpe de los que, para ver, miran hacia dentro. Y en el ser más intimo encuentra la bondad y la compasión, que son las mejores herramientas para levantar los lugares en que los hombres tendrán que verse las caras y reconocerse los unos a los otros. Niemeyer ha cumplido su parte, ha hecho posibles casas, iglesias, salas, auditorios, museos y hasta le buscó acomodo a la memoria del dolor de América, de Nuestra América. Si el mundo no es mejor después de Oscar Niemeye, él no tiene la culpa, porque su parte está siempre a punto y cómo.

Gracias, maestro, por la belleza que nos ha ofrecido. Y por tanta pasión, entrega, militancia y coherencia. Usted sería la línea recta, si no prefiriera la sinuosidad de una leve cordillera o tal vez la ondulación sensual de un desnudo de mujer. En cualquier caso, es lo mismo. Madre tierra ambas que, pese a los desvaríos que los necios le infligen, con usted y en usted se solazan.

Pilar del Río

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago

"José e Pilar" em Londres

Jueves, 06.12.12

Em comemoração dos 90 Anos de José Saramago, o filme José e Pilar é exibido amanhã, dia 7 de dezembro, em Londres, integrando o programa do 3.º Festival de Cinema Português no Reino Unido.

A sessão terá lugar no Cine Lumière (Institut Français) pelas 18.20 e à projecção do filme segue-se uma conversa entre Pilar del Río e Maya Jaggi, jornalista do Guardian e responsável por mais de uma dezenas de entrevistas e artigos sobre do Prémio Nobel de Literatura, entre os quais José Saramago.

Página do Festival
O Festival no Facebook

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago

Ricardo Reisin Viimeinen Vuosi - El año de la muerte de Ricardo Reis - Tammi, Finlandia

Domingo, 02.12.12
A editora Tammi continua a apostar nas re-edições dos romances de José Saramago, apresentando novos arranjos gráficos de grande qualidade e sensibilidade.
Acaba de dar à estampa a nova edição de "O Ano da Morte de Ricardo Reis", com um trabalho gráfico de Markko Taina e fotografia de Pertti Nisonen.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago


Pág. 2/2





Destacados

Ver todas las noticias

Amigos de la Fundación José Saramago


Librería/Tienda de la Fundación José Saramago


Además


Sonidos de la Fundación


Blimunda


Serviço educativo



La Fundación
Somos lo que dice el documento José Saramago firmado en Lisboa el 29 de junio de 2007. Somos la Fundación José Saramago.
Más información | E-mail

Buscar

Pesquisar no Blog  

La Casa dos Bicos

La Casa dos Bicos, edificio del siglo XVI situado en la calle Bacalhoeiros, Lisboa, es el hogar de la Fundación José Saramago.

La Casa dos Bicos se puede visitar de lunes a sábado de 10h a las 18h (última entrada a las 17h30m).
Leer más


A Casa José Saramago en Lanzarote

La casa hecha de libros se puede visitar de lunes a sábado de 10h a las 14h30. También se puede caminar virtualmente, aquí.

Reciba nuestro boletín de noticias


#saramago no Twitter



Archivo mensual

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

TripAdvisor

Parceiros institucionais:

Parceiro tecnológico:

Granta