Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Em Português


Murió Stéphane Hessel, patriota del Humanismo

Miércoles, 27.02.13

Inspirou o movimento dos Indignados, o único sobrevivente do grupo que em 1948 redigiu a Declaração Universal dos Direitos Humanos, e morreu na última noite em Paris. Stephane Hessel, 95 anos, era o autor do manifesto "Indignai-vos", publicado em 2010, que vendeu 3,5 milhões de cópias em todo o mundo. Evadiu-se em 1944 de um campo de concentração nazi e gostava de dizer a propósito: "Lutei contra Hitler e fui eu que ganhei". 

A Fundação José Saramago junta-se ao sentimento de pesar que no mundo inteiro esta morte está a provocar. Sem dúvida, Hessel era um dos seres indispensaveis que contribuiram para humanizar a nossa época. 

Quando em maio de 2011 esteve em Portugal a apresentar "Indignai-vos", com prefácio de Mario Soares, deu uma entrevista à agência Lus que aqui transcrevemos, seguida de uma outra dada à agência Efe em outubro do mesmo ano. Indicamos também ligações com as notícias divulgadas esta manhã em vários países.

Nascido a 20 de outubro de 1917 em Berlim, numa familia judia converitda ao luteranismo, foi para França em 1925. A mãe, Helen Grund, foi o modelo de Catherine em "Jules et Jim", a história de uma mulher amada por dois homens que François Truffaut transformou em filmea a partir do livro de Henri-Oierre Roché. O pai traduziu Proust em alemão com o filósofo Walter Benjamin.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago

50 Anos da morte de Aquilino

Lunes, 25.02.13

A Associação Portuguesa de Escritores homenageia o escritor Aquilino Ribeiro no ano em que passam 50 anos sobre a sua morte.
Subordinada ao tema Aquilino - O Homem e o Escritor, a primeira sessão, que terá lugar hoje, pelas 18h30, no Panteão Nacional, contará com a presença de António Valdemar, José Manuel Mendes, Mário de Carvalho, Mário Soares e Serafina Martins.

O programa abrange um conjunto de iniciativas dedicadas às diferentes facetas da obra de Aquilino Ribeiro, incluindo uma viagem a Paris, com uma mesa-redonda sobre os tempos de exílio e liberdade. O programa completo pode ser consultado em seguida:


19 de Março de 2013
Aquilino - O Tempo da Clandestinidade e dos Exílios
Assembleia da República (Biblioteca) – 18h30 Com Alfredo Caldeira, Fernando Rosas, José Manuel Mendes, Mário Cláudio


20 de Abril de 2013
Itinerário I – Terras do Demo
Guiado por Henrique Monteiro


21 de Abril de 2013
Itinerário II – Romarigães
Guiado por Mário Cláudio


22 de Maio de 2013
Mesa-redonda
“Paris tempo de Exílios e Liberdade”
Com António Coimbra Martins, Eduardo Lourenço e José Augusto-França
Fundação Calouste Gulbenkian, delegação em Paris (Boulevard de la Tour Maubourg, 39 – Paris 7.ºeme), 18h00


24 de Maio de 2013
Evocação histórica “Os cafés de Aquilino em Montparnasse”, por Luís Machado
Café La Closerie De Lilas, 10h00


27 de Maio de 2013
De Garfo e Faca com Aquilino
Café Martinho da Arcada – 20h00
Com António Valdemar, Luís Machado

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago

26 anos sem José Afonso, uma voz sempre presente

Sábado, 23.02.13

«O que é preciso é criar desassossego» (José Afonso)
«Vivo desassossegado, escrevo para desassossegar» (José Saramago)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago

90 Anos de José Saramago em Peniche

Sábado, 23.02.13

A cidade de Peniche recebe a partir de hoje um conjunto de actividades programadas para celebrar os 90 Anos de José Saramago. Hoje serão inauguradas duas exposições e Pilar del Río proferirá, pelas 16h30 e no Forte da vila, em tempos prisão política, uma conferência subordinada ao tema José Saramago, Liberdade e Cidadania. Até ao dia 16 de março as exposições acolherão as visitas do público em geral e do público escolar. Ao longo destas duas semanas serão exibidos os filmes José e Pilar e A Maior Flor do Mundo. A comemoração dos 90 Anos encerra no dia 16 de março com a leitura de poemas de José Saramago pelo actor Vítor de Sousa. A organização é da Câmara Municipal de Peniche, com o apoio da FNAC Portugal e da Fundação José Saramago.
(Carregar na imagem para aumentar)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago

Correntes d' Escritas abre hoje as portas

Miércoles, 20.02.13

Começa hoje à noite, na Póvoa de Varzim, a 14ª edição do Festival Literário Correntes d"Escritas que este ano vai homenagear os escritores Urbano Tavares Rodrigues e Manuel António Pina.

A edição deste ano contará com a presença de mais de 50 escritores (de Portugal, Angola, Espanha e Brasil), tradutores, editores, designers, ilustradores, jornalistas que se vão espalhar por várias escolas da cidade, por mesas redondas, onde se vai debater literatura, e pelos vários lançamentos de livros que decorrem durante os três dias que dura o evento.

Este ano serão muitas as estrelas do firmamento literário de a marcar presença no festival. Entre eles estarão a brasileira que venceu o último prémio Saramago, Andrea del Fuego, os espanhóis Ignácio Martínez de Píson, Susana Fortes e Domingo Villar, os portugueses , António Mega-Ferreira, Vasco Graça Moura, Valter Hugo Mãe, Hélia Correia, Rui Zink, Richard Zimmler ou Nuno Camarneiro (prémio Leya) num evento em que a poesia estará em destaque.

Na quinta feira de manhã será entregue o prémio literário Casino da Póvoa (no valor de 20 mil euros), para o qual são candidatas obras de Ferreira Gullar, Manuel António Pina, Hélia Correia, Fernando Guimarães, José Agostinho Baptista, Armando Silva Carvalho, Luís Filipe Castro Mendes e Bernardo Pinto de Almeida. Na mesma altura será lançada a revista Correntes d"Escritas, dedicada, ao escritor Urbano Tavares Rodrigues que, por motivos de saúde, não poderá marcar presença no festival literário.

Olhando com atenção para o programa literário do Festival não são claramente visíveis os ajustamentos orçamentais feitos pela autarquia uma vez que, como explica Luís Diamantino, "se taparam buracos financeiros alargaram significativamente a rede de parcerias" embora tenham deixado de patrocinar a 100% a vinda dos escritores. "Essa despesa passou a ser feita pelas embaixadas e pelas próprias editoras". Talvez por esta razão seja notória a ausência de pequenas editoras face a uma massiva presença dos grandes grupos editoriais como a Porto Editora e a Leya. Das pequenas editoras destaca-se a presença da Abysmo, que vai lançar o livro de Rui Vieira, No Labirinto do Centauro.

Para além das mesas redondas e lançamentos, para as quais são esperadas cerca de cinco mil pessoas, haverão ainda exposições de fotografia e a entrega dos prémios porto editora e Ler/Booktailors.

Quem já passou pela Póvoa em dias de Correntes sabe que o afluxo de público nos eventos é impressionante para um país que supostamente "não gosta de ler". Por essa razão Luís Diamantino promete que para o ano haverá um cineteatro a estrear para acolher cerca de 500 pessoas por sessão.

O programa completo pode ser consultado aqui.

Fonte: DN

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago

Granta Portugal

Martes, 19.02.13

O mês de maio trará o primeiro número da edição portuguesa da revista "Granta", com direcção de Carlos Vaz Marques e edição da Tinta da China.

Até ao fim de março decorre uma campanha de assinaturas com um conjunto de vantagens que podem ser consultadas aqui. Todas as informações sobre a revista na página da Granta no Facebook. A Fundação José Saramago já assinou!

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por Fundación Saramago


Pág. 1/4





Destacados

Ver todas las noticias

Amigos de la Fundación José Saramago


Librería/Tienda de la Fundación José Saramago


Además


Sonidos de la Fundación


Blimunda


Serviço educativo



La Fundación
Somos lo que dice el documento José Saramago firmado en Lisboa el 29 de junio de 2007. Somos la Fundación José Saramago.
Más información | E-mail

Buscar

Pesquisar no Blog  

La Casa dos Bicos

La Casa dos Bicos, edificio del siglo XVI situado en la calle Bacalhoeiros, Lisboa, es el hogar de la Fundación José Saramago.

La Casa dos Bicos se puede visitar de lunes a sábado de 10h a las 18h (última entrada a las 17h30m).
Leer más


A Casa José Saramago en Lanzarote

La casa hecha de libros se puede visitar de lunes a sábado de 10h a las 14h30. También se puede caminar virtualmente, aquí.

Reciba nuestro boletín de noticias


#saramago no Twitter



Archivo mensual

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

TripAdvisor

Parceiros institucionais:

Parceiro tecnológico:

Granta