Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Em Português


Escritores brasileiros José Luiz Passos e Eucanaã Ferraz vencem Prémio Portugal Telecom

Jueves, 05.12.13

O escritor brasileiro José Luiz Passos venceu o Prémio Portugal Telecom na categoria romance com "O sonâmbulo amador" (Alfaguara), sucedendo a Valter Hugo Mãe que venceu em 2012 e era o único português nomeado este ano, com "O filho de mil homens".

"O sonâmbulo amador" é a história de um homem que perde a sanidade e é internado numa clínica em Recife, cabendo ao leitor a tarefa de tentar perceber se as histórias contadas aconteceram no plano do real ou foram imaginadas pelo protagonista, Jurandir. Na tentativa de se encontrar, o personagem faz um balanço da vida. "Ele ficou para trás na história, e busca por meio de sonhos se atualizar", definiu o autor.

José Luiz Passos, nascido em Pernambuco em 1971, vive nos EUA desde 1995 é professor na universidade da Califórnia desde 2008, onde dá aulas de literatura luso-brasileira. O livro "O sonâmbulo amador" foi inspirado numa série de cartas e diários do pai, já falecido.

"O filho de mil homens", de Valter Hugo Mãe, "A máquina de madeira", de Miguel Sanches Neto, e "Barba ensopada de sangue", de Daniel Galera, eram as outras obras finalistas na categoria romance.

Na poesia, venceu Eucanaã Ferraz, com "Sentimental" (Companhia das Letras), e em conto/crónica, Cíntia Moscovich foi destinguida, com "Essa coisa brilhante que é a chuva" (Record).

Fonte: DN

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago

Debate sobre Saramago y el Teatro en la Casa dos Bicos el 4 de deciembre

Martes, 03.12.13

"Saramago e o Teatro" é o tema do debate que no dia 4 de dezembro vai juntar encenadores e atores na Casa dos Bicos, numa iniciativa do Teatro da Trindade, a partir das 18h30.

Participam nesta sessão João Brites e Rui Francisco, que criaram a "Jangada de Pedra" com O Bando, grupo que fez uma versão teatral do "Ensaio sobre a Cegueira"; Filomena Oliveira e Miguel Real, responsáveis por uma encenação de "Memorial do Convento" para o Grupo Éter; Pompeu José - "A Viagem do Elefante" da ACERT; Paulo Sousa Costa, responsável pela encenação de "A Noite, atualmente no Teatro da Trindade; e Pilar del Río, presidenta da Fundação José Saramago.

Este é o segundo debate do ciclo concebido a partir de "A Noite", de José Saramago, uma parceria do teatro da Trindade com a Fundação José Saramago.

No dia 18 de dezembro, em discussão estará a frase de José Saramago - "Um dia todos faremos jornais", com Daniel Oliveira (Arrastão), Joana Lopes (Entre as brumas da memória), João Miguel Tavares (Pais de Quatro), Luís Carmelo (autor de "A Expressão na Rede - o caso dos bloguers"), Paulo Querido (weblog.com.pt) e Rui Tavares, com moderação de José Mário Silva. Este último debate será no salão nobre do Teatro da Trindade.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago

Revista Vértice sobre Oficina Saramago se presenta hoy en la Casa dos Bicos

Martes, 03.12.13

Um número da revista Vértice inteiramente dedicado ao Ciclo Internacional de Conferências "José Saramago: o escritor e o cidadão" será lançada na Casa dos Bicos hoje, 3 de dezembro, pelas 18h30. Trata-se de uma iniciativa conjunta da Comissão Coordenadora do Projecto "Oficina Saramago" Barreiro/Moita, da Revista Vértice e da Fundação José Saramago, que conta com o patrocínio da Câmara Municipal do Barreiro e da Câmara Municipal da Moita.

O Projecto “Oficina Saramago” arrancou em novembro de 2011 e encerrou um ano depois, a 23 de novembro de 2012. A comissão coordenadora juntou a Câmara Municipal do Barreiro, a Câmara Municipal da Moita, a Escola Secundária de Santo André e a Cooperativa Cultural Popular Barreirense e envolveu inúmeros parceiros, entre escolas, associações, coletividades e entidades privadas. De entre várias iniciativas realizadas durante esse ano, dinamizou-se um ciclo internacional de conferências, realizadas nos concelhos do Barreiro e da Moita com vários oradores com mérito reconhecido no estudo da obra de José Saramago.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago

Película palestina "Historia de las Tres Joyas" se estrena hoy en la Cinemateca en Lisboa

Lunes, 02.12.13

Com a presença do realizador Michel Khleifi, o filme "Conto das Três Jóias" (Hikayat Al-Jawahir Thalath) é hoje apresentado na Cinemateca, em Lisboa, às 19h00, numa iniciativa do Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente (MPPM), da Fundação José Saramago e da Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema. Depois da exibição do filme, haverá um debate com a participação do realizador.

Escrito, produzido e realizado por Michel Khleifi, estreado em 1995 no Festival Internacional de Cinema de Cannes (Quinzena dos Realizadores), "Conto das Três Jóias" propõe-se como uma fábula, seguindo a história de um miúdo palestiniano de 12 anos, Youssef, que vive na faixa de Gaza, e se refugia num mundo imaginário. "Um dia, quando vai caçar pássaros, Youssef torna-se o herói de um conto moderno: apaixona-se por Aida, uma jovem cigana, líder de um bando de miúdos. Para casar com ela, o rapaz tem que encontrar os três diamantes perdidos de um colar de família trazido da América do Sul pelo avô da rapariga. (…) Youssef encontrará os três diamantes, a vida e a sua filosofia".

Michel Khleifi nasceu em Nazaré, em 1950. Em 1970 foi para a Bélgica onde estudou teatro e televisão no INSAS (Instituto Nacional Superior das Artes do Espetáculo). Em 1975 terminou o curso com uma tese sobre as formas de expressão cultural na Palestina e meios de as promover e desenvolver que viria a guiar toda a sua carreira. Começou a trabalhar em televisão, enquanto enriquecia a sua formação em cinema. Actualmente é professor no INSAS. A sua filmografia inclui, entre outros: "A memória fértil" (1980), "Casamento na Galileia" (1987), vencedor do Prémio Internacional da Crítica em Cannes e da Concha de Ouro em San Sebastián, "Cântico das Pedras" (1990), "Casamentos mistos na Terra Santa" (1996),  "Rota 181" (2003) e "Zindeeq" (2009).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago

Prémio Vida Literária da APE para Maria Velho da Costa

Lunes, 02.12.13

A escritora Maria Velho da Costa foi galardoada com o Prémio Vida Literária pela Associação Portuguesa de Escritores (APE), foi hoje anunciado em Lisboa.

Em conferência de imprensa, o presidente da APE, José Manuel Mendes, justificou a entrega deste prémio pela "criatividade da escritora" e o seu "percurso pessoal e literário", bem como o trabalho inventivo em torno da língua portuguesa.

Uma das três autoras das "Novas Cartas Portuguesas" (1972), com Maria Teresa Horta e Maria Isabel Barreno, Maria de Fátima de Bivar Velho da Costa nasceu em Lisboa em 1938 e publicou em 1966 o primeiro livro, "Lugar Comum", em 1966 e em 1969 "Maina Mendes". Seguiu-se um estudo sobre "Ensino Primário e Ideologia" (1972), que assinou como Maria de Fátima Bívar.  Entre as suas obras mais relevantes, contam-se ainda "Casas Pardas" (1977), "Missa in Albis" (1988) e "Irene ou o Contrato Social", distinguido com o Grande Prémio de Ficção APE de 2000.
Foi distinguida com o Prémio Camões em 2002 e com o Prémio Vergílio Ferreira, da Universidade de Évora pelo conjunto da obra em 1997. Em 2008, com o romance "Myra", venceu os prémios PEN, Máxima, Correntes d’Escrita e DST.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago


Pág. 3/3





Destacados

Ver todas las noticias

Amigos de la Fundación José Saramago


Librería/Tienda de la Fundación José Saramago


Además


Sonidos de la Fundación


Blimunda


Serviço educativo



La Fundación
Somos lo que dice el documento José Saramago firmado en Lisboa el 29 de junio de 2007. Somos la Fundación José Saramago.
Más información | E-mail

Buscar

Pesquisar no Blog  

La Casa dos Bicos

La Casa dos Bicos, edificio del siglo XVI situado en la calle Bacalhoeiros, Lisboa, es el hogar de la Fundación José Saramago.

La Casa dos Bicos se puede visitar de lunes a sábado de 10h a las 18h (última entrada a las 17h30m).
Leer más


A Casa José Saramago en Lanzarote

La casa hecha de libros se puede visitar de lunes a sábado de 10h a las 14h30. También se puede caminar virtualmente, aquí.

Reciba nuestro boletín de noticias


#saramago no Twitter



Archivo mensual

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

TripAdvisor

Parceiros institucionais:

Parceiro tecnológico:

Granta