Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Em Português


"Repara bem" - uma experiência tremenda e comovente para Maria de Medeiros

Lunes, 09.12.13

“Tremenda e comovente” é como Maria de Medeiros descreve a experiência de realizar o documentário “Repare bem”, sobre o percurso de uma família vítima da ditadura brasileira e também do golpe de estado de 1973 no Chile. “Houve momentos na rodagem em que toda a equipa soluçava a chorar, e limitávamo-nos a fazer os possíveis para não interferir na entrevista que estava a ser filmada”, conta.

O filme é exibido na Casa dos Bicos amanhã, 10 de dezembro, às 18h00.

A atriz e realizadora Maria de Medeiros foi convidada a fazer este documentário por Paulo Abrão, presidente da Comissão para a Amnistia e a Reparação, do Ministério da Justiça do Brasil, que sugeriu que filmasse a família do guerrilheiro Bacuri [Eduardo Leite], morto em 1970. As figuras principais do documentário são Denise Crispim - a mulher de Bacuri - e a filha de ambos Eduarda Crispim Leite, sobreviventes de uma família cujos homens foram assassinados pela ditadura.

“As mulheres tiveram uma longa itinerância de exílios”, conta Maria de Medeiros, pois do Brasil foram para o Chile de Allende e com o golpe de Pinochet foram novamente perseguidas”.

No documentário, Denise fala sobre a repressão vivida no Brasil e a fuga para o Chile. A perseguição após o golpe de estado de Pinochet só teve fim quando, através da embaixada italiana, conseguiram asilo em Itália onde Denise tem vivido desde então e onde cresceu Eduarda (hoje a viver na Holanda).

Maria explica que a experiência foi muito violenta para todos, e em particular para Denise e Eduarda, pois foram obrigadas a rememorar factos antigos. “Mas Denise tem um poder evocador extraordinário e fez ressurgir a figura da mãe, Encarnación, que emigrara de Espanha para o Brasil”. Assim, Denise mostra que esta é uma “história de ida e volta” entre a Europa e a América do Sul.

 

“Para mim, foi uma enorme aprendizagem”, confessa Maria de Medeiros. “Fiz uma verdadeira preparação para abordar as conversas que sabia iam ser terríveis. Revi as nove horas de 'Shoah' de Claude Lanzmann. Há um momento em que está a ser entrevistado um homem que é barbeiro em Telavive e ele não consegue responder, e pede ao realizador para parar a câmara. E sente-se uma voz por trás da câmara a dizer que ele tem de continuar. Pensei que não podia fazer isso, e disse às mulheres do meu filme: 'só dizem o que quiserem, como quiserem e quando quiserem'. Tinha o terror de me encontrar no papel do indagador que tanto as fez sofrer. E talvez o facto de saberem que estavam à vontade lhes tenha permitido recordar muitas coisas que estavam ocultadas. Porque recordar também é um processo difícil.”

Ao realizar “Repare bem”, Maria sentiu que estava a fazer uma continuação de “Capitães de Abril” que, “sendo uma ficção, era muito documentado e muito próximo dos factos reais e contava a chegada da democracria a Portugal”. E explica: “Para mim, o gesto verdadeiramente democrático do governo brasileiro de pedir desculpa pelas violências passadas e dar a todos o acesso à verdade, é o verdadeiro reencontro com o país. O fim do filme é o presente, um fim feliz e doloroso que conta o regresso de Denise ao Brasil.”

O trabalho da Comissão de Amnistia e Reparação desenvolve-se em diferentes planos, incluindo o pedido de desculpas do governo brasileiro às vítimas da ditadura. Mas oferece a “reconstrução” jurídica dos que ficaram sem documentos e dá cidadania plena aos filhos dos clandestinos que até agora não tinham existência legal enquanto brasileiros. “Pela primeira vez, têm papéis, passaporte, certidões de nascimento, o que é de um valor simbólico enorme e dá-lhes uma identidade regular. As vítimas têm ainda direito a ser ressarcidas economicamente, depois de uma vida sem poder trabalhar no país.

O filme “Repare bem” é apresentado por estes dias Festival Internacional do Novo Cinema Latino-Americano de Havana, onde se encontram a própria Denise e a produtora Ana Petta. Foi apresentado em novembro no Festival Internacional de Cinema de Mar del Plata, na Argentina.

Na edição de 2013 do Festival de Cinema de Gramado, no Brasil, em agosto último, “Repare bem” foi triplamente premiado: o prémio do júri para o melhor filme estrangeiro (é uma coprodução Brasil, Itália e França), o prémio da crítica também para melhor filme estrangeiro, e ainda o prémio D. Quixote, que é atribuído pela Federação Internacional de Cineclubes em diferentes festivais internacionais de cinema – Berlim, Lucarno, Karlovy Vara, Cartago - este ano pela primeira vez no de Gramado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago





Destacados

Ver todas las noticias

Amigos de la Fundación José Saramago


Librería/Tienda de la Fundación José Saramago


Además


Sonidos de la Fundación


Blimunda


Serviço educativo



La Fundación
Somos lo que dice el documento José Saramago firmado en Lisboa el 29 de junio de 2007. Somos la Fundación José Saramago.
Más información | E-mail

Buscar

Pesquisar no Blog  

La Casa dos Bicos

La Casa dos Bicos, edificio del siglo XVI situado en la calle Bacalhoeiros, Lisboa, es el hogar de la Fundación José Saramago.

La Casa dos Bicos se puede visitar de lunes a sábado de 10h a las 18h (última entrada a las 17h30m).
Leer más


A Casa José Saramago en Lanzarote

La casa hecha de libros se puede visitar de lunes a sábado de 10h a las 14h30. También se puede caminar virtualmente, aquí.

Reciba nuestro boletín de noticias


#saramago no Twitter



Archivo mensual

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

TripAdvisor

Parceiros institucionais:

Parceiro tecnológico:

Granta