Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Em Português

10 de dezembro, um dia memorável na Fundação José Saramago

Miércoles, 11.12.13

O Dia dos Direitos Humanos chegou ao fim, mas no auditório da Fundação José Saramago fica a urna que receberá durante todo o mês as propostas para a criação da Declaração dos Deveres Humanos, um projeto idealizado por José Saramago e que será levado adiante pela Fundação – as propostas podem ser enviadas para o e-mail devereshumanos@josesaramago.org ou depositadas na urna que se encontra no quarto andar da Casa dos Bicos.

A terça-feira, dia 10 de dezembro, foi cheia e emotiva na Fundação. Centenas de amigos visitaram o edifício para celebrar o 15º aniversário da entrega do Nobel ao escritor português e os 65 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

As comemorações na Casa dos Bicos começaram cedo e estenderam-se até aos últimos minutos do dia. Já de manhã a oliveira onde estão depositadas as cinzas de Saramago foi decorada com placas com os 30 artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Na árvore centenária também floresceu a proposta de Saramago para que se acrescentasse ao documento da ONU o “direito à dissidência”. 

Às 13h, com a presença de atores e músicos do grupo Trigo Limpo/Acert, foi revelada, no passeio em frente à Casa dos Bicos, a pegada do Elefante Salomão. Uma peça de bronze foi instalada ao lado da oliveira para recordar a passagem do grupo de teatro de Tondela por Lisboa para a representação da peça “A Viagem do Elefante”, baseada no conto homónimo de José Saramago.

Às 18h, com o auditório cheio, foi exibido o documentário “Repare Bem”, da atriz e realizadora portuguesa Maria de Medeiros, que tem como tema central uma família vítima das ditaduras militares do Brasil e do Chile, e o processo de reparação dessas violações dos direitos humanos. O filme, premiado no Festival de Gramado (Brasil), emocionou o público presente na Casa dos Bicos. Depois da exibição, Maria de Medeiros conversou com os presentes sobre o processo de produção da obra.

A noite ainda guardava surpresas. Às 21h30, José Rui Martins e Luísa Vieira, do grupo Trigo Limpo/Acert, ocuparam o auditório da Fundação José Saramago. Por mais de uma hora os atores brindaram o público com música e palavras de autores como Eduardo Galeano, Carlos Drummond de Andrade, Zé Da Luz, Chico Buarque, Changuito e Saramago. O líder sul-africano Nelson Mandela, recentemente falecido, e que neste mesmo dia era homenageado em Joanesburgo, foi lembrado pelos atores, que prometeram regressar à Casa dos Bicos em breve. O dia terminou, mas a marca de Salomão repousa agora ao lado da oliveira que guarda as cinzas de Saramago, ajudando-nos a recordar essa personagem maravilhosa, fruto da genialidade de Saramago, que de forma tão brilhante foi representada pelo grupo de Tondela.

Ver galeria de fotos

--

El legado de Saramago sigue vigente 15 años después de la entrega del Nobel
(Agência EFE)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago

"Repara bem" - uma experiência tremenda e comovente para Maria de Medeiros

Lunes, 09.12.13

“Tremenda e comovente” é como Maria de Medeiros descreve a experiência de realizar o documentário “Repare bem”, sobre o percurso de uma família vítima da ditadura brasileira e também do golpe de estado de 1973 no Chile. “Houve momentos na rodagem em que toda a equipa soluçava a chorar, e limitávamo-nos a fazer os possíveis para não interferir na entrevista que estava a ser filmada”, conta.

O filme é exibido na Casa dos Bicos amanhã, 10 de dezembro, às 18h00.

A atriz e realizadora Maria de Medeiros foi convidada a fazer este documentário por Paulo Abrão, presidente da Comissão para a Amnistia e a Reparação, do Ministério da Justiça do Brasil, que sugeriu que filmasse a família do guerrilheiro Bacuri [Eduardo Leite], morto em 1970. As figuras principais do documentário são Denise Crispim - a mulher de Bacuri - e a filha de ambos Eduarda Crispim Leite, sobreviventes de uma família cujos homens foram assassinados pela ditadura.

“As mulheres tiveram uma longa itinerância de exílios”, conta Maria de Medeiros, pois do Brasil foram para o Chile de Allende e com o golpe de Pinochet foram novamente perseguidas”.

No documentário, Denise fala sobre a repressão vivida no Brasil e a fuga para o Chile. A perseguição após o golpe de estado de Pinochet só teve fim quando, através da embaixada italiana, conseguiram asilo em Itália onde Denise tem vivido desde então e onde cresceu Eduarda (hoje a viver na Holanda).

Maria explica que a experiência foi muito violenta para todos, e em particular para Denise e Eduarda, pois foram obrigadas a rememorar factos antigos. “Mas Denise tem um poder evocador extraordinário e fez ressurgir a figura da mãe, Encarnación, que emigrara de Espanha para o Brasil”. Assim, Denise mostra que esta é uma “história de ida e volta” entre a Europa e a América do Sul.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Fundación Saramago





Destacados

Ver todas las noticias

Amigos de la Fundación José Saramago


Librería/Tienda de la Fundación José Saramago


Además


Sonidos de la Fundación


Blimunda


Serviço educativo



La Fundación
Somos lo que dice el documento José Saramago firmado en Lisboa el 29 de junio de 2007. Somos la Fundación José Saramago.
Más información | E-mail

Buscar

Pesquisar no Blog  

La Casa dos Bicos

La Casa dos Bicos, edificio del siglo XVI situado en la calle Bacalhoeiros, Lisboa, es el hogar de la Fundación José Saramago.

La Casa dos Bicos se puede visitar de lunes a sábado de 10h a las 18h (última entrada a las 17h30m).
Leer más


A Casa José Saramago en Lanzarote

La casa hecha de libros se puede visitar de lunes a sábado de 10h a las 14h30. También se puede caminar virtualmente, aquí.

Reciba nuestro boletín de noticias


#saramago no Twitter



Archivo mensual

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

TripAdvisor

Parceiros institucionais:

Parceiro tecnológico:

Granta